BSOP 2020 fez História com a 1ª Edição Online!

Com a pandemia do Covid-19, os eventos presenciais de pôquer tiveram de ser suspensos, mas o BSOP não esperou e fez uma grande edição online. Veja mais aqui!

foto do artigo sobre BSOP 2020 fez História com a 1ª Edição Online!

A atual pandemia provocada pelo novo Coronavírus, que vem se alastrando pelos países desde o começo do ano, está provocando o cancelamento ou a suspensão de inúmeros eventos esportivos ao redor do mundo.

Dos mais importantes campeonatos de futebol, como a Liga Espanhola aos torneios tradicionais de tênis e até o Mundial de F1, nada ficou imune à necessidade urgente e prioritária de preservar vidas.

Com o Pôquer não poderia ser diferente, principalmente porque os torneios presenciais são disputados em cassinos, hotéis e outros locais fechados e com grande número de pessoas. Manter os torneios, mesmo não sendo proibidos, seria um risco alto para a imagem do evento.

A BSOP Brazilian Series Of Poker , maior evento do esporte no Brasil e organizado pela Pokerstars, tinha uma etapa programada para o final de março em São Paulo e outra para o começo de maio no Rio de Janeiro. Ambas foram suspensas, sem previsão de novas datas.

Por outro lado, a empresa decidiu organizar um fato histórico: a primeira edição do BSOP online, no começo de abril e que foi um grande sucesso, principalmente entre os brasileiros.

Vamos falar dessa festa do pôquer brasileiro!

Mas antes: você conhece o Brazilian Series Of Poker?

O BSOP é o maior evento com série de torneios de pôquer do Brasil, considerado o campeonato brasileiro da modalidade e que já existe desde 2006.

Nesses quatorze anos, foi colecionando recordes de participação de público e fama por todo o mundo. Em 2019, chegou a 4.100 participantes e com essa marca chegou ao invejável status de segundo maior torneio do mundo, ficando atrás apenas do World Series Of Poker.

Esse grande evento surgiu de uma aposta em um formato que não existia no país; blinds mais longos e buy-in acima de mil reais.

Além disso, o torneio é itinerante, associando a marca a belas cidades turísticas brasileiras e algumas que também são importantes centros empresariais, como São Paulo, formando num casamento perfeito entre entretenimento, turismo e negócios de alto nível.

Com isso, o BSOP se consolidou no calendário mundial da modalidade e sua programação é sempre aguardada com ansiedade por jogadores de todo o planeta, além de empreendedores de turismo e serviços do Brasil, atentos com o grande volume de gastos que o BSOP proporciona.

O Brazilian Series Of Poker não pode parar, mas precisa se cuidar!

Nenhum jogador de pôquer, do iniciante ao consagrado, consegue imaginar uma temporada anual de pôquer completa sem o Brazilian Series. Ele é a maior marca do esporte no Brasil.

Diante disto, a notícia da suspensão foi um baque, mesmo que por motivos totalmente justos – afinal, vários países suspenderam as atividades econômicas, principalmente de entretenimento, para reduzir ao máximo os impactos da Covid-19 em suas comunidades.

No Brasil, o BSOP tinha duas etapas programadas para as cidades mais importantes: São Paulo entre o final de março e o começo de abril e o Rio de Janeiro no começo de maio.

Apenas a etapa de Brasília foi realizada presencialmente, no começo de fevereiro.

Na Cidade Maravilhosa, a expectativa era ainda maior, pois a última etapa realizada no Rio foi em 2012, a cidade chegou a ter mais de uma competição em um calendário anual e esteve presente em nove temporadas.

Uma boa notícia para a edição carioca é que existe uma data sem local definido entre julho e dezembro. Quem sabe ela não acontecerá?

E como ficou quem ganhou passe nos torneios satélites do BSOP?

Como a suspensão do BSOP presencial foi quase na véspera do evento paulistano, muitas pessoas já tinham participado dos torneios satélites e ganho os Full Package (passes com direito à mesa e hospedagem) ou Seats (passes com direito apenas à mesa).

Para essas pessoas, a Pokerstars informou que reembolsaria as despesas de passagens e hospedagem que já tinham sido feitas ou que não poderiam ser canceladas sem custo. Isso também foi feito com quem reservou e pagou hospedagem no hotel onde o evento se realizaria.

Como vemos, a empresa preservou financeiramente os seus clientes e reforçou a imagem de comprometimento com a qualidade do BSOP, o que inclui a parceria em momentos críticos como esse, quando pessoas economizaram muito para divertirem-se jogando pôquer.

Como o Brazilian Series Of Poker online foi organizado

Com a decisão de suspender as etapas físicas, foi criado um evento de BSOP online, realizado entre os dias 3 e 6 de abril nas mesas virtuais da Pokerstars.

A premiação garantida foi mantida, de US$ 605 mil, equivalente a R$ 3 milhões na época.

A grade do torneio contou com 11 eventos e o maior deles era o Main Event (Evento Principal) com buy-in de US$ 215 e premiação garantida de US$ 200 mil.

Além da mesa principal, também ocorreram o Mini Main Event, o Start-Up, o 5 Card Omaha e o High Roller, com entradas que variaram de US$ 22 a US$ 530.

Um atrativo a mais nessa edição é que o vencedor do Main Event recebeu o bracelete de campeão, que é dado presencialmente.

Sem dúvidas, ganhar a mesa mais importante do segundo maior torneio do mundo, sentado no sofá e receber o bracelete mais cobiçado na porta de casa é o sonho de todo jogador de pôquer!

Por outro lado, o evento online não contou pontos para o ranking do BSOP.

Um fato que merece destaque é a iniciativa da Pokerstars de remunerar com US$ 500 cada freelancer (dealers, operadores de caixa, outros) contratado para o evento presencial e que certamente sentiria muito o imprevisto no corte do trabalho.

O Brazilian Series Of Poker online foi um grande sucesso! Especialmente para o Brasil!

Não poderia ter sido melhor a experiência da Pokerstars com o BSOP através das mesas virtuais, depois de anos no feltro físico.

Além de ser um momento histórico, que demonstra a versatilidade da marca diante de um momento tão crítico, a etapa online distribuiu US$ 1.4 milhão (R$ 7,5 milhões), um resultado 131% acima da previsão inicial.

O maior público (field) aconteceu no Mini Main Event, que recebeu cerca de 6.400 entradas ao buy-in de US$ 22 (em torno de R$ 120).

Oito países diferentes tiveram conquistas e o Brasil ficou no primeiro lugar!

  • Brasil – 3 vitórias
  • Holanda – 2 vitórias
  • Reino Unido, Canadá, Rússia, Cazaquistão, Lituânia e Ucrânia – 1 vitória cada

Foram registradas 9.163 entradas de 96 países e o Brasil também liderou com 10% delas (963), seguido do Canadá com 657.

E no quesito premiações, novamente lideramos: os jogadores brasileiros recebem cerca de US$ 490 mil e foi o triplo dos russos que receberam pouco mais de US$ 150 mil.

Os brasileiros vencedores foram:

  • ptmassis no Evento#2 com US$ 3,6 mil
  • TsutsumiJr7 no Evento#7 com 5.482.082 fichas
  • felipe_anps no Evento#8 com US$ 18 mil

Sem dúvidas, o BSOP online foi um sucesso e, se não eliminou a frustração com o cancelamento do evento físico, pelo menos demonstrou que o torneio se preocupou com a comunidade do pôquer como um todo.

Se você deseja participar dos próximos torneios promovidos pela Pokerstars, basta acessar o site e registrar-se ou baixar o aplicativo, que está disponível nas lojas Android e iOS.

Andre