Mike Postle é Acusado de Trapaça durante Jogos ao Vivo

A Comunidade de poker online vem suspeitando de trapaça do grande jogador Mike Postle, que em ação nos jogos ao vivo, esteve competindo no último mês em um nível extremamente alto.

Ele impressionou sempre os grandes observadores dos cash games transmitidos ao vivo na Califórnia com sua forma de jogar. Só que agora, ele vem sendo um alvo de discussões e questionamentos dentro da comunidade de pôquer.

Considerado um dos maiores vencedores, espectadores e comentaristas, ele está sendo acusado por trapaça nos jogos de cash games transmitidos pelo Stones Gambling Hall em Citrus Heights, Califórnia.

O jogador é apontado para uma série de mãos dúvidas, que mostram que suas vitórias não ocorreram devido a uma boa vantagem ou algum tipo de alternação positiva.

A grande Veronica Brill usou a rede social do Twitter, gerenciada por Angry_Polak para mandar diversos tweets no último sábado sobre a possibilidade de uma trapaça nas partidas de poker, mas sem acusar Postle diretamente.

Joey Ingram procurou e observou com muito cuidado as várias horas de imagens feitas ao vivo para uma averiguação mais aprofundada.

Apesar de não acreditar que o jogador seja um trapaceiro, realizou algumas mãos para questionar a hipótese.

Para isso, fez uma gravação de cinco horas dando ênfase para as mãos, analisando ainda mais durante a segunda transmissão ao vivo.

Jogadas impetuosas

Muitas jogadas vêm sendo examinadas, ligando a jogada impetuosa de Postle.

Postle afirmou que em sua última mão, houve uma rotulação incorreta em suas cartas por causa da tecnologia RFID, que ressalta uma mão bem ruim, com dezenas e oito.

Sobre esta questão, Berkey disse que a tecnologia RFID só determinaria o uso incorreto, se a carta fosse considerada logo no início do jogo, registrando um erro repetido em todas as jogadas.

Postle recorreu às redes sociais na tentativa de amenizar a coisa toda.

Ele afirma que é um competidor vitorioso, seja nas partidas ao vivo ou de poker on-line, publicando uma série de mãos para se defender dos ataques e claro, limpar o seu nome.

As imagens apresentam uma mão superior dobrada que levou a um empate contra um jogador blefando com quatro de high no turn.

Como a trapaça teria ocorrido

As imagens que são transmitidas estão sob um protocolo parecido.

As fichas são liberadas em tempo real, porém só para algumas poucas pessoas, que ficam dentro de uma sala isolada.

É proibido que uma pessoa entre ou saia da sala para proporcionar uma maior credibilidade ao jogo. Os demais podem ver, mas com um atraso na imagem de cerca de 30 minutos a uma hora.

Para o diretor do torneio da casa, Justin Kuraitis, diz que acha lamentável que essas alegações acabaram se tornaram públicas, mesmo sem uma evidência correta. Afinal, essa situação pode acabar com a reputação de um time e um jogador julgados publicamente.

Já aconteceram casos suspeitos, que acabaram dando uma maior força para o debate, prejudicando a credibilidade dos jogos realizados em Stones, dificultando a ilação com as acusações feitas contra Postle.

Um possível processo criminal contra qualquer uma das partes parece improvável, mas um civil pode ser viável.

Fontes, pkns, tw1, tw2, ftp, +ev, pkpt

Não vá sem ler, 

7 dicas para se tornar um vencedor em torneios de poker;

Andre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *