Regulamentação do Poker no Brasil | Pode Acontecer em Breve!

Com o surgimento de aplicativos e das casas de apostas online, o poker deixou de ser mal visto e associado a mesas de jogatina e se tornou uma modalidade cada vez mais popular no mercado esportivo brasileiro.

Além do maior torneio da América do Sul e premiações milionárias, segundo dados da Confederação Brasileira de Texas Hold’em (CBTH). Hoje estima-se que sejam mais de sete milhões de jogadores no país. Sendo boa parte desse público formada por jovens que se dedicam, estudam e estão dispostos a investir seriamente na carreira como profissionais e sua popularidade continua crescendo a cada ano.

Aproveite e veja este Guia para Aprender poker > https://pokerbrasil.net/como-jogar/

Ainda que o esporte venha conquistando cada vez mais espaço no país e o mercado cresça impulsionado pela diversão, adrenalina e pela possibilidade de ganhar muito dinheiro, só recentemente o poker deixou de ser considerado um jogo de azar, no Brasil, para ser visto como jogo de habilidade.

Embora já tenha sido reconhecido como atividade esportiva pelo Ministério dos Esportes, e no âmbito internacional pela Federação Internacional dos Esportes da Mente (IMSA), a regulamentação e a profissionalização do poker ainda está em debate no Congresso Nacional por um Projeto de Lei que trata da regulamentação dos jogos no Brasil.

Diferentemente de países como Itália, França, Noruega, Reino Unido e Canadá, que já concluíram seus processos de regulamentação.

Na última audiência pública realizada na Câmara dos Deputados, representantes do poker no Brasil mostraram aos parlamentares a necessidade de separá-lo do debate e tratamento da regulamentação dos chamados jogos de azar e, assim, não ser taxado com altos impostos praticados nessas categorias, já que o poker envolve habilidade e muita estratégia, por isso não deve ser caracterizado como jogo de azar.

Em 2012, inclusive, o Ministério do Esporte o reconheceu como um esporte da mente, categoria que engloba outros jogos como xadrez e gamão. De lá para cá, o número de jogadores é cada vez maior.

Dessa forma, o poker ao menos possui um status legal e é considerado prática esportiva, permitindo que os jogadores possam apostar suas fichas sem a sensação de estarem cometendo uma infração.

O aumento de interessados alavanca o setor de estabelecimentos especializados no jogo. Atualmente, há mais de 500 espaços com mesas de poker no país, sendo que 200 são exclusivos para a modalidade. São Paulo abriga cerca de 15% desses espaços, mas as fichas são apostadas em todo Brasil.

Entre as celebridades não é diferente, cada vez mais personalidades estão participando de jogos e torneios. Famosos internacionais como o ator Ben Affleck, o ex-piloto de Fórmula 1, Fernando Alonso, os ex-astros do basquete Michael Jordan e Scottie Pippen, o ex-jogador de tênis, Boris Becker e o atual número 2 do mundo pelo ranking da ATP, Rafael Nadal, além do artilheiro Cristiano Ronaldo, são alguns dos muitos apaixonados pelo poker.

O Brasil já é uma potência mundial no esporte, mesmo o poker sendo uma modalidade nova, com pouco mais de uma década no país. Sua visibilidade aumentou significativamente por conta do ex-atacante e campeão mundial Ronaldo, o “fenômeno”. Garoto propaganda do Pokerstars,  é um dos principais responsáveis pela popularização do poker no Brasil, muito devido a sua imagem junto ao público esportivo brasileiro.

Entre os brasileiros famosos, também se destacam o ator Bruno Gagliasso, os ex-jogadores de futebol Petkovic, Edmundo e Denilson, Gabriel Medina, campeão mundial de surf e o maior craque do futebol brasileiro da atualidade Neymar, do Paris Saint Germain.

O jogador é um importante divulgador do esporte e um excelente jogador de poker. Além de ser visto quase sempre jogando em seu tempo livre ele também disputa campeonatos nacionais físicos com objetivo de chamar a atenção do público e da imprensa. Mas isso não é feito apenas como “propaganda”, em 2018, Neymar participou do circuito nacional de poker, o BSOP, sem ser pago por isso, recebendo apenas o prêmio de 80 mil reais conquistado pela sexta colocação no campeonato.

Com tantas personalidades e jogadores brasileiros ganhando popularidade no mercado internacional de poker, aumenta a notoriedade do esporte e também o número de fãs.

Um forte indício do avanço da modalidade no país é a evolução do Campeonato Brasileiro de Poker (BSOP), maior evento de poker da América do Sul, que em sua primeira edição, em 2006, não passou de 100 participantes e na etapa final em 2015, foram 3.866 participantes.

A movimentação do mercado é enorme. O Campeão Brasileiro de poker ganha, além de muito prestígio, prêmios milionários. No Main Event do BSOP Millions, do ano passado, o vitorioso foi o paranaense Leocir Carneiro, que recebeu R$1.185.830,00 mais um Platinum Pass de US$ 30.000, após derrotar o paulista Erik Marasco no heads-up decisivo. Mas o grande campeão das mesas da Brazilian Series Of Poker em 2018 foi Saulo Sabioni, que com um desempenho notável se tornou o primeiro bicampeão na história do circuito.

Para a Confederação Brasileira de Texas Hold’em, (CBTH) ainda há muito o que se resolver para que o mercado do Poker possa se desenvolver plenamente no Brasil.

Para Igor Trafane, diretor de assuntos estratégicos da CBTH,

o poker é uma atividade legal, mas precisa de um regulamento claro para crescer. Só assim poderemos atrair grandes empresas para investir. É algo que vai gerar receita para o governo, um plano de carreira ou regimento civil para os jogadores e dar suporte aos trabalhadores que ingressarem nesse segmento.

A regulamentação possibilitaria, por exemplo, a criação de um cadastro nacional de empresas do setor com uma classificação de atividade econômica (CNAE), tributação para clubes e sites de poker e formação de sindicatos de apostadores e outros profissionais.

Tudo isso, incentivaria os grandes investimentos no segmento que já mostrou o quanto pode ser lucrativo. Falando em investimentos, a Bodog é uma das casa que vêm investimento pesado no mercado brasileiro.

Andre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *